segunda-feira, 11 de julho de 2016

O Mestre da Masmorra

Historias Sombrias

Muitos foram os mestres que eu encontrei ainda mais recentemente que não entenderam muito bem minha preferencia por jogos "heroicos", assim como muitos não compreendem minha fascinação pelas classes dos combatentes visto que são as classes mais fáceis de se dominar, basta pegar a espada gigante e bater no inimigo como alguns diriam, uma coisa que aprendi em livros que li como senhor dos anéis, em jogos que joguei como dark souls e em filmes que assisti como feliz natal, acredito que esse nunca tenha chegado ao brasil, foi sobre a força dos finais felizes.

Final cliche, conto de fadas, historia de criança, usam esses termos para depreciar obras com finais felizes, ate mesmo para falar da preferencia de outras pessoas por isso, parecendo ate que existe algo de errado com contos de fadas e historias para crianças, sitam jogos "adultos" onde o bem e mal não são forças do mundo e sim pontos de vista, na época de senhor dos anéis no cinema eu achei que iria ter uma pausa nesse pensamento, imaginei que a influencia da grande obra de Tolkien faria algumas pessoas pensarem sobre esse preconceito, então veio a Guerra dos Tronos, nada contra a obra de Martin, eu mesmo adoro o cavaleiro defensor, do mesmo autor, contudo a serie de TV fez as pessoas voltarem ao pensamento Quo, se e que Senhor dos Anéis tirou alguem dele, que historias com finais felizes são apreciadas apenas por crianças, na internet inclusive se cunhou um termo depreciativo para tais finais, chamando-os de "finais Disney" e grandes contos são mau tratados pelo publico hoje em dia devido isso, tal reflexo afetou as historias do super homem, aqueles que culpam o diretor dos últimos dois filmes pelo fiasco de historia deles, de que nada comunicam com o personagem que na verdade e um bastião de esperança e exemplo de bondade, se querem um culpado e só olharem no espelho. Sim, nos e não irei me excluir disso pois apesar de preferir outro tipo de historia, não sou um consumidor ativo dela, embora talvez seja porque estejam difíceis, nos matamos o super homem que muitos queriam ver, em nossa busca por historias pesadas e sombrias a todo custo, em nossa ancia por realidade crua, dura e injusta como diversão.


"Dark Souls, herói é aquele que arrisca sua vida pelo bem dos outros"


Continuando a falar sobre o super homem, suas historias antigas eram sobre esperança e determinação, esperança principalmente nas pessoas, ele não era um deus entre homens e sim um homem que podia fazer o que era certo e fazia, ele despertava na gente o desejo de fazer também o certo mais creio que muitos mal saibam o significado de determinação e esperança, determinação e uma emoção positiva que envolve perseverar em direção a um objetivo difícil apesar dos obstáculos, esperança e uma atitude mental otimista baseada na expectativa de resultados positivos relacionados a eventos e circunstancias na vida de alguem ou no mundo como um todo, isso e coisa de criança? pense nos antônimos delas, desesperança, desanimo, desespero...

Super Homem era isso, mesmo o Batman que muitos desejam citar como o herói sombrio da DC, preferido de muitos apenas por essa lenda, pois ambos são a mesma coisa, homens dando o melhor de si mesmos pelo bem dos outros, não finja que é diferente porque não é.

Um dos maiores motivos de eu me manter longe da maioria das mídias AAA e sua natureza sombria, áspera e desesperançosa, sim eu citei dark souls, mais como tudo naquele jogo e interpretativo, eu não vi aquele jogo como algo terrível e desesperado, mais como um desafio para uma alma poderosa, o final do primeiro jogo apenas reforça isso para mim apenas reforça a ideia de heroísmo que eu mantive durante todo o jogo, a mídia hoje em dia constantemente mostra como a humanidade pode ser sem valor, maligna, monstruosa e em muitos jogos seja de rpg tradicional ou games normais as circunstancias mostram que não há esperança para o mundo, humanidade ou mesmo para você, são historias simples e sombrias, vida cruel e morte em desonra na maioria das vezes, isso e tão constante na mídia de hoje, realidade sombria como entretenimento, eu consigo entender porque as pessoas gostam disso, eu não entendendo e porque a lenda do "final disney" continua sendo que historias com finais felizes são cada vez mais raras hoje em dia, não consigo entender o porque de historias onde falta violência, tortura , impiedade são repudiadas e as pessoas buscam fuga e consolo em historias sombrias e tortuosas, tudo que eu preciso para ver como a vida e dificil e quanto pessoas podem ser terríveis e ler as noticias do dia e não quero isso em meus jogos, afinal, e assim que historias tem que ser hoje em dia? é tudo que elas podem ser hoje em dia?


"Super Homem salvando uma jovem de uma tentativa de suicidio, ele não é assim para que você tenha raiva dele, mais para que você tenha um exemplo do que é certo a se fazer"


As pessoas zombam de mim as vezes por minhas historias com "finais disney" finais em que há triunfo sobre o mal, onde existe redenção, compaixão e exemplos de personagens que fazem o melhor que podem dentro de suas próprias capacidades, eu acredito nessas coisas pois mesmo nesse mundo cheio de malicia um final feliz as vezes acontece pra alguem, e quando eu vejo um final feliz eu não zombo por ele ser fácil e clichê, pois acreditem em mim senhores, finais felizes são raros, e certamente não são fáceis de se conseguir, redenção , esperança e bondade permeiam as melhores historias e deixo esse texto com uma das frases mais dignificantes da maior historia de fantasia que existe.

Sam:
Isso não é justo.
Na verdade, nem devíamos estar aqui.
Mas estamos.
É como nas grandes histórias, Sr. Frodo.
As que tinham mesmo importância...
... eram repletas de escuridão e perigo.
E, ás vezes, você não queria saber o fim...
porque como podiam ter um final feliz?
Como podia o mundo voltar a ser o que era...
...depois de tanto mal?

Mas, no fim, é só uma coisa passageira...
essa sombra.
Até a escuridão tem de passar.
Um novo dia virá.
E, quando o sol brilhar, brilhará ainda mais forte.
Eram essas as histórias que ficavam na lembrança...
Que significavam algo.
Mesmo que você fosse pequeno demais para entender por quê.

Mas acho, Sr. Frodo, que eu entendo, sim.
Agora eu sei.
As pessoas dessas histórias...
tinham várias oportunidades de voltar atrás, mas não voltavam.
Elas seguiam em frente...
porque tinham no que se agarrar.

Frodo:
E em que nós nos agarramos, Sam?

Sam:
No bem que existe neste mundo, Sr. Frodo...
pelo qual vale a pena lutar.

Dialogo entre Samwise Gamgee e Frodo Bolseiro - Senhor do Aneis - As Duas Torres

Nenhum comentário:

Postar um comentário